logo unimontes original

seta Universidade Estadual de Montes Claros - MG | Quinta-Feira, 14 de dezembro de 2017 | relogio 19:24

Exercício Físico para idosos com realidade virtual: periódico norte-americano publica artigo de pesquisador da Unimontes

 

Destaque pesquisaRenatoJunior

A pesquisa científica sobre o exercício físico associado à realidade virtual (como vídeo-game) – e os seus efeitos na saúde mental e desempenho físico de idosos residentes em instituição de longa permanência – foi publicada no “Journal of the American Medical Directors Association”, um periódico científico norte-americano editado pela “Society for Post-acute Long-term Care Medicine”. O jornal é o segundo mais bem colocado internacionalmente na área de Geriatria e Gerontologia dentre 262 periódicos, segundo a ISI Web of Knowledge(Thomson Reuters), agência responsável pela classificação.

O título original do estudo é “Virtual reality-based physical exercise with exergames (PhysEx) improves mental physical of institutionalized older adults”. O trabalho é resultado da tese de doutorado do professor Renato Sobral Monteiro Júnior, da Universidade Estadual de Montes Claros, e foi conduzido em conjunto com a equipe do Laboratório de Neurociência do Exercício (LaNEx), liderado pela professora doutora Andrea Camaz Deslandes e contou com a participação do doutor Jerson Laks (UFRJ), Knut Engedal e Maria Lage Barca (ambos do Universitary Hospital Norwegian Advisory Unit for AgeingHealth – da Noruega).

Acesse

Renato SobralprofO professor Renato faz parte do quadro docente do Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Ciências da Saúde da Unimontes e está vinculado ao Departamento de Educação Física e do Desporto, com atuação no Grupo de Estudos e Pesquisas em Neurociência, Exercício, Saúde e Esporte (GENESEs –Unimontes).

OBJETIVO

“Idosos que vivem sob cuidados de parentes tendem a ser internados em instituições de longa permanência. Após a internação, o idoso pode apresentar declínio cognitivo e físico mais acentuado do que o normal, o que pode causar dependência funcional e até mesmo favorecer o desenvolvimento de demências. Portanto, a proposta do projeto é investigar como o exercício físico, principalmente realizado com realidade virtual, pode reduzir o declínio cognitivo e físico de idosos e evitar a perda da autonomia funcional desses indivíduos”, destacou o pesquisador.

• GALERIA DE FOTOS

A pesquisa foi realizada durante os anos de 2014 e 2016, com 70 idosos de quatro instituições de longa permanência do Rio de Janeiro, onde o professor Renato cursou o doutorado.

O estudo mostra que os idosos que realizaram exercícios físicos com realidade virtual aumentaram a memória de curto prazo e a mobilidade, além de manterem a cognição global e a força muscular. Tal resultado de melhora foi superior ao encontrado nos idosos que foram tratados com exercícios sem a realidade virtual.

“Os resultados são preliminares e o projeto é muito amplo. O objetivo é conduzi-lo de modo multicêntrico, em parceria entre Unimontes, Universidade Federal Fluminense e Universidade Federal do Rio de Janeiro, com a finalidade de gerar informações com resultados ainda mais robustos e contribuir para o desenvolvimento científico na área de Educação Física, com destaque para a saúde dos idosos”, informou o pesquisador.

Pesquisa idosos

PRÓXIMA FASE

O projeto tem continuidade em Montes Claros. Conforme o pesquisador, já está em andamento na Universidade Estadual de Montes Claros em atividades realizadas com idosos independentes. Atualmente, são atendidos 20 idosos, que realizam atividades diversificadas (exercícios de força, caminhada e “exergames”). Desde o início, em outubro de 2016, outras 12 pessoas foram atendidas. Este estudo é conduzido no Laboratório do Exercício da Unimontes e o professor Renato Sobral Júnior coordena as atividades, auxiliado pelos professores Vinícius Dias Rodrigues e Ester Liberato Pereira, ambos do Departamento de Educação Física e do Desporto. Além disso, o grupo conta com o envolvimento de 15 acadêmicos dos cursos de Educação Física e de Medicina da Unimontes e com a fisioterapeuta Ana Carolina Rodrigues, doutoranda da Unicamp.

Pesquisa RJr

“Na Unimontes, iniciamos o trabalho de pesquisa com outra categoria de idosos (independentes e que residem em domicílios próprios), a fim de que possamos investigar qual modalidade de exercício físico promoverá maiores benefícios para a saúde mental e física desses indivíduos. Assim, poderemos contribuir com a introdução de métodos e técnicas de baixo custo e de grande benefício para a saúde do idoso”, informou o professor. Os jogos virtuais exigem, por exemplo, equilíbrio, reflexos e movimentos laterais.

Cada turma de idosos participa das ações entre dois e três meses, com duas sessões por semana. Em seguida, o idoso tem a opção de continuar frequentando a academia pelos quatro meses subsequentes, com acompanhamento de monitores e estagiários. Os atendimentos acontecem sempre às segundas e quartas-feiras, das 7 às 11 horas e de 15 às 17 horas. Ainda há vagas e os interessados podem procurar o Laboratório do Exercício da Unimontes, que funciona em anexo ao Centro Esportivo Universitário.

UnimontesCampus Universitário Professor Darcy Ribeiro - Vila Mauricéia - Montes Claros - MG

Acesso Restrito