logo unimontes original

seta Universidade Estadual de Montes Claros - MG | Quarta-Feira, 22 de novembro de 2017 | relogio 17:06

Unimontes tem ação pioneira com a criação do Programa de Engenharia Pública Curricular

 

Fachada_Centro_tecnologico.jpg

Iniciativa terá aspecto de internato rural para futuros engenheiros

A coordenação do curso de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Montes Claros criou o Programa de Engenharia Pública Curricular (PEPC), uma ação pioneira que, além de complementar a formação acadêmica dos alunos, vai contribuir para a melhoria da infraestrutura dos pequenos municípios. A proposta foi aprovada pelo colegiado do curso e agora será submetida ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepex) da Unimontes para aprovação dessa mudança no projeto pedagógico do curso. 

O coordenador do Centro Tecnológico da Unimontes e professor do curso, Guilherme Augusto Guimarães Oliveira,  explica que o programa funcionará no formato do "internato rural", atividade prática do curso de Medicina. "O programa será implantado como se fosse o internato rural da medicina. Os acadêmicos de Engenharia, orientados por professores, irão aos municípios para implementar os projetos. O objetivo é transformar a atividade curricular em benefício da população, desenvolvendo também um trabalho de responsabilidade social", explica Guimarães. 

De acordo com a proposta do Programa de Engenharia Pública Curricular, serão elaborados projetos e estudos nas seguintes áreas: Estrutura, Saneamento, Transporte e trânsito, Geotecnia, Urbanismo, Habitação e construção civil. Para cada área haverá um orientador e equipes de acadêmicos - bolsistas ou não. 

O professor Guillherme Guimarães esclarece também que o programa será obrigatório para todos os alunos do curso de Engenharia Civil da Unimontes. Os acadêmicos deverão participar das atividades práticas (matriculados no nono ou décimo períodos do curso). Os estudantes irão permanecer nos municípios por um período, vivenciando os problemas para elaborar propostas de soluções. "Após o levantamento das demandas, os alunos, orientados pelos professores, deverão apresentar os projetos dentro do prazo máximo de quatro meses", afirma o docente do curso de Engenharia Civil.

INÍCIO DAS ATIVIDADES

A perspectiva é que o programa inicie as ações práticas no segundo semestre de 2017. Os municípios atendidos deverão firmar convênio com a Unimontes para viabilizar o pagamento de despesas com estadia e alimentação dos acadêmicos.

Guilherme Guimarães ressalta ainda que o PEPC é mais uma ação que mostra os avanços do curso de Engenharia Civil da Unimontes, que formou a primeira turma em dezembro de 2016, inserindo no mercado 22 novos profissionais. A cada semestre ingressam 30 alunos no curso de Engenharia Civil. 

O coordenador salienta também que a iniciativa destaca a importância do curso de Engenharia para a população regional. "Serão propostas soluções mais adequadas aos problemas das comunidades. O objetivo é reduzir a distância entre a teoria e a prática nas diversas áreas da engenharia civil, permitindo aos participantes conhecer "in loco" as distintas realidades socioeconômicas e incorporando na formação dos futuros profissionais a prática social da engenharia", avalia o professor. 

 

UnimontesCampus Universitário Professor Darcy Ribeiro - Vila Mauricéia - Montes Claros - MG

Acesso Restrito