logo unimontes original

O teu browser naéo suporta flash. Favor reinstalar o plugin do Flash Joomla Random Flash Module by DART Creations
seta Universidade Estadual de Montes Claros - MG | Segunda-Feira, 23 de outubro de 2017 | relogio 23:13

Hospital Universitário Clemente de Faria promove I Simpósio de Atenção à Saúde do Idoso

 

Arte SimposioIdoso

O Centro “Mais Vida” de Referência em Assistência à Saúde do Idoso Eny Faria de Oliveira (CRASI), do Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF/Unimontes), promove nos dias 27 e 28 de outubro o I Simpósio de Atenção à Saúde do Idoso. O tema central é “A Abordagem Cirúrgica do Idoso”, com atividades no auditório das Faculdades Integradas Pitágoras (FIP-MOC)

As inscrições podem ser feitas a partir desta terça-feira (10 de outubro) e prosseguem até o dia de abertura do evento, junto aos alunos das ligas acadêmicas de Geriatria e de Cirurgia da Unimontes e das FIP-MOC. O público-alvo é formado por médicos, residentes, acadêmicos dos diversos cursos da área da saúde e demais profissionais, como oportunidade de atualizar conhecimentos e trocar experiências relativas ao processo de envelhecimento, a compreensão da abordagem cirúrgica em idosos e as particularidades clínicas mais recorrentes dessa fase da vida.

A organização do simpósio envolve a parceria de profissionais do Centro “Mais Vida” de Referência em Assistência à Saúde do Idoso Eny Faria de Oliveira Crasi/Unimontes) e do Instituto Jenny de Andrade Faria (UFMG), além da colaboração de integrantes das residências de Geriatria e Cirurgia Geral do Hospital Universitário Clemente de Faria, além das Ligas Acadêmicas.

TEMAS

Na programação, palestras, debates e mesas redondas, com a presença de profissionais renomados nas áreas de Geriatria, Gerontologia e Cirurgia em temas como “A Sublime Arte de Envelhecer”, “Gestão Integral da Saúde centrada no Idoso e na Família”, “O Idoso Frágil: Quem é? A Abordagem Terapêutica é Diferente? E Depois da Cirurgia?”, “Cirurgia no Paciente Octogenário”, “O Idoso Politraumatizado”, “Manifestações Atípicas no Paciente Idoso” e “Terminalidade da Vida”.

A geriatra e presidente do Simpósio, Luciana Colares Maia, explica a importância da realização do evento para a região, como momento de encontro entre profissionais e estudantes interessados em temas relacionados ao envelhecimento populacional.

“Este simpósio é uma oportunidade para refletir situações delicadas e comuns que acontecem com a pessoa idosa e podem gerar vulnerabilidade e perdas funcionais. Precisamos tratar desses assuntos, inerentes a uma elevada parcela da população brasileira e mundial para a prevenção de doenças e a atenção integral à saúde”, afirma.

REALIDADE

O envelhecimento da população causado pela grande expansão demográfica traz profundas mudanças nas demandas do sistema de saúde, como o agravo de doenças crônico-degenerativas, intercorrências infecciosas e polifarmácia, que exigem habilidades especiais no manejo de pacientes idosos.

Os problemas clínicos mais comuns do idoso que procuram uma unidade de emergência são: trauma (acidentes de trânsito, queimaduras e quedas), infecções (pneumonia e infecção do trato urinário), doenças neurológicas (ataque isquêmico transitório, acidente vascular cerebral, crises convulsivas), doenças cardiovasculares (síndromes coronarianas agudas, insuficiência cardíaca congestiva descompensada, arritmias, síncope), além de abdome agudo.

Os procedimentos cirúrgicos em indivíduos idosos também têm sido cada vez mais frequentes pela modernização das técnicas cirúrgicas adotadas, com significativa melhora no prognóstico e nas atividades de vida diária. Estatísticas americanas apontam que em 2005 cerca de seis milhões de procedimentos (correspondem a 28% do total de cirurgias) foram realizados em pessoas com mais de 65 anos. Também, 50% de todas as cirurgias de emergência foram realizadas em idosos.

ESTRUTURA

O Crasi funciona anexo às instalações do Hospital Universitário e é mantido pelo Governo do Estado de Minas Gerais por meio da Secretaria de Estado de Saúde. Vinculado à Unimontes, o Centro é especializado no atendimento multidimensional ao idoso frágil nas áreas de Medicina, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Serviço Social, Psicologia, Terapia Ocupacional e Enfermagem.

Inaugurada em 2008, a unidade foi construída e equipada com recursos doados pelo empresário Aloysio de Andrade Faria. Atualmente, a média de atendimento chega a 700 idosos por mês, oriundos de Montes Claros e dos 86 municípios do Norte de Minas.

Serviço
I Simpósio de Atenção à Saúde do Idoso
Data: 27 e 28 de outubro
Local: Auditório das FIP - MOC
Informações: Centro “Mais Vida” de Referência em Assistência à Saúde do Idoso
(38) 3224-8035

UnimontesCampus Universitário Professor Darcy Ribeiro - Vila Mauricéia - Montes Claros - MG

Acesso Restrito