O teu browser naéo suporta flash. Favor reinstalar o plugin do Flash Joomla Random Flash Module by DART Creations
seta Universidade Estadual de Montes Claros - MG | Sábado, 21 de abril de 2018 | relogio 06:19

PIBID/Biologia: trabalho que explica o ciclo menstrual de maneira didática é finalista em 16ª Feira Brasileira

Febrace 2018 Três estudantes da Escola Estadual Francisco Lopes da Silva, de Montes Claros, desenvolveram um projeto de iniciação científica na área de Ciências Biológicas, que foi classificado como finalista da 16ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), realizada mês passado, em São Paulo. Elas são atendidas pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência – PIBID/Biologia –, desenvolvido pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC).

Matriculadas no 2º ano do ensino médio, as estudantes Aline Gonçalves de Amorim, Bruna Celli Figueiredo Silva e Jéssica Ellen Aguiar Figueiredo elaboraram o projeto “Uma Ferramenta Interativa no Ensino da Dinâmica do Ciclo Menstrual”. O trabalho teve como orientadora Lucrécia Pereira Coutinho (professora da Escola Francisco Lopes da Silva) e como co-orientadora Carla Aparecida Souza Loyola Ávila, acadêmica do curso de Ciências Biológicas da Unimontes. Ambas são bolsistas do PIBID.

BIOTEMAS

Parceira no subprojeto PIBID/Biologia, a Escola Estadual Francisco Lopes da Silva fica localizada na Vila Mauriceia, bairro na região próxima ao campus-sede. O trabalho foi apresentado inicialmente na IV Mostra Científica Biotemas na Educação Básica, promovido pela Unimontes em dezembro. As estudantes desenvolveram, a partir do EVA como matéria-prima, uma ferramenta que, de maneira interativa e pedagógica, explica como funciona o ciclo menstrual. A movimentação das peças sobre imãs, a partir de uma colagem do Eva numa chapa de aço, é o que dá a dinâmica à criação para explicar, por movimentos, como funciona o fluxo de hormônios e as modificações fisiológicas da mulher neste período.

Realizada na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), a 16ª Febrace contou com a apresentação de projetos científicos finalistas de todos os estados brasileiros. De Minas Gerais, foram classificados 27 trabalhos.

NOVOS CIENTISTAS

Coordenadora do subprojeto PIBID/Biologia, a professora Fabiana Vieira Mantrangolo ressalta que a classificação do projeto da Escola Francisco Lopes da Silva para a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia mostra os avanços do programa no desenvolvimento científico. “O PIBID trabalha com os alunos das escolas de educação fundamental e média e incentiva as ações do ensino, pesquisa e da extensão. A participação na Febrace demonstra que os bons resultados obtidos com os alunos são como incentivos para atuar na iniciação científica. Isso é importante para o desenvolvimento profissional dos estudantes e também para a formação de novos cientistas”, avalia.

O propósito deste trabalho é permitir que as pessoas (homens e mulheres) possam entender como o aparelho reprodutor feminino funciona durante o seu ciclo menstrual. As mudanças físicas e emocionais e o porquê elas ocorrem. Mostrar a dinâmica hormonal, os dias e os períodos férteis e inférteis. O que é ovulação e quando ela ocorre. A partir da montagem de uma ferramenta didática e pedagógica que facilite a aprendizagem dos alunos sobre o ciclo menstrual e seus controles.

Febrace 2018 1A ferramenta é utilizada para demonstrar como os hormônios alteram a estrutura dos ovários, do útero e as consequências dessas alterações. Conforme o aluno faz as perguntas, por exemplo, em que período pode haver fecundação. Usando as peças com imãs mostra-se as alterações hormonais, as alterações fisiológicas no útero, a ovulação e o local onde provavelmente o encontro do ovócito e espermatozoide leva a fecundação. Pode-se mostrar ainda as alterações no período pré-menstrual.

COMO FUNCIONA O CICLO MENSTRUAL

Possibilitar que as pessoas possam entender como o aparelho reprodutor feminino funciona durante o seu ciclo menstrual de forma simplificada e interativa. Este foi o objetivo do projeto “Uma ferramenta interativa no ensino da dinâmica do ciclo menstrual”, desenvolvido pelas estudantes Aline Gonçalves de Amorim, Bruna Celli Figueiredo Silva e Jéssica Ellen Aguiar Figueiredo, dentro do subprojeto PIBID/Biologia.

O trabalho permite a compreensão do funcionamento do aparelho reprodutor feminino durante o ciclo menstrual, explicando também as mudanças físicas e emocionais. Mostra a dinâmica hormonal, os dias e os períodos férteis e inférteis, apresentando também informações sobre o que é ovulação e quando ela ocorre.

As autoras destacam que “o ciclo menstrual apresenta um funcionamento coordenado por hormônios sexuais. Durante todo o ciclo esses hormônios são liberados obedecendo a uma hierarquia. Há uma grande beleza nesta sincronia hormonal e conhecer esse funcionamento é de grande valia, pois a compreensão dos conceitos científicos relacionados à fase reprodutiva feminina, possibilita uma vivência da sexualidade mais segura e responsável”. Nesse sentido, lembram, foi montada uma ferramenta educativa e interativa, “capaz de facilitar a aprendizagem dos conceitos científicos relacionados ao ciclo menstrual feminino”.

Outro trabalho desenvolvido pela Escola Estadual Francisco Lopes da Silva – “Explicando a Evolução da Terra por meio da Matemática e suas Tecnologias –, de autoria dos alunos Maria Fernanda de Oliveira Leal, Raquel Rocha Souza e João Victor Veloso Durães, com orientação dos professores Lucrécia Pereira Coutinho e Lucas Rodrigues Pereira, também foi finalista na 16ª Febrace.

UnimontesCampus Universitário Professor Darcy Ribeiro - Vila Mauricéia - Montes Claros - MG

Acesso Restrito